Portal de Conferências da IMED, VII Semana Acadêmica de Odontologia

Tamanho da fonte: 
REABILITAÇÃO ORAL COM RESTAURAÇÕES CERÂMICAS: UM RELATO DE CASO
Débora Oliboni, Debora Coronetti, Rodrigo Alessandretti, Gabriel Pereira, Aloizio Oro Spazzin

Última alteração: 2017-11-07

Resumo


Introdução: A busca crescente por um sorriso esteticamente agradável e a necessidade da utilização   de   materiais   restauradores   de   alta   qualidade   foi   determinante   para   o desenvolvimento de técnicas que proporcionassem ao paciente estética e função ao mesmo tempo (RAPOSO et al., 2015). O aumento da demanda resultou em um avanço significativo na indicação de restaurações cerâmicas devido suas características de resistência, estética e semelhança com a estrutura dentária (NETTO e REIS, 2011).

 

Objetivos: O objetivo deste estudo é relatar um caso clínico de reabilitação visando ampliar os conhecimentos  sobre a escolha do material cerâmico  ideal para cada situação  clínica levando em consideração a coloração dos substratos a serem restaurados e a condição dos remanescentes.

 

Material e Métodos: Mulher  de  57  anos  procurou  atendimento  odontológico  por  razões estéticas.  Clinicamente  apresentava  restaurações  insatisfatórias,  com colorações  distintas proporcionando   um   sorriso   não   harmônico,   sendo   optado   realizar   a   troca   destas restaurações. Elementos 13, 12 e 21 apresentavam núcleos metálico-fundidos com remanescente escurecido, elemento 11 uma prótese implanto suportada com pilar metálico, elemento 23 com tratamento endodôntico restaurado com retentor pré-fabricado de fibra de vidro e resina composta e elemento 22 com vitalidade. Após adequação do meio bucal foi optado por confeccionar  infraestruturas  para os elementos 13, 12, 21 e 11 em zircônia, e para  o  23  e  22  em  dissilicato  de  lítio,  finalizando  com  aplicação  de  uma  camada  de porcelana vítrea de cobertura sobre todas as peças confeccionadas pela técnica da estratificação, acabamento/polimento e glazeamento.

 

Resultados: Alcançou-se   um   equilíbrio   da   coloração   apresentada   pelos   diferentes substratos, fornecendo uma melhor harmonia no sorriso da paciente.

 

Conclusões: Para o sucesso de um tratamento restaurador com restaurações cerâmicas, é essencial um planejamento adequado e cuidadoso, sendo de extrema importância o conhecimento  das  propriedades  dos  materiais  utilizados  para  sua  correta  indicação  e aplicação.