Portal de Conferências da IMED, VII Semana Acadêmica de Odontologia

Tamanho da fonte: 
QUEIXAS SOBRE DESCONFORTO FÍSICO NO DECORRER DAS ATIVIDADES CLÍNICAS DO CIRURGIÃO-DENTISTA
Cíntia Leticia Pauletti, Natália Andressa Pauletti, Joseane Viccari Calza

Última alteração: 2017-11-03

Resumo


Introdução: Os distúrbios musculoesqueléticos relacionados ao trabalho (DORTS) são condições que se relacionam com nervos, músculos, tendões e estruturas de apoio. Os sintomas variam de dor leve ou de curta duração ou desconforto, sensações de peso e cansaço no membro afetado, formigamento, perda de força muscular e insônia.   Os   cirurgiões-dentistas,   em   particular,   correm   um   risco   elevado   de desenvolver os DORTS devido às posturas adotadas durante a prática clínica. Sendo assim, a aplicação da ergonomia à odontologia melhora a qualidade do trabalho e mantêm a qualidade de vida do profissional.

Objetivo: Verificar a aplicação dos conceitos de ergonomia durante a atividade clínica; queixas de desconforto físico; determinar as regiões do corpo mais afetadas pelo exercício da profissão e avaliar a prevalência de distúrbios musculoesqueléticos.

Metodologia: A pesquisa abrangeu uma amostra de 123 cirurgiões-dentistas, e foi realizada no Centro de Pós-Graduação (IMED) com cirurgiões-dentistas que estavam matriculados neste local. Os dados desta pesquisa foram coletados através da aplicação de um Questionário Nórdico de Sintomas Osteomusculares (QNSO) e de um questionário que avaliou a ergonomia na prática clínica.

Resultados: Em relação à ergonomia (100%) dos participantes relatou conhecer os princípios ergonômicos e (69,1%) relatou que a aplica em seu dia-a-dia. Pode-se observar que (98%) dos pesquisados relataram sentir algum sintoma de distúrbio osteomuscular em alguma parte do corpo. Esses distúrbios ocorreram com mais prevalência na região de coluna lombar (50,4%), pescoço/região cervical (48,8%) e ombros (38,2%).

Conclusões: Neste trabalho a prevalência de distúrbios musculoesqueléticos foi alta, onde, a grande maioria dos pesquisados relataram sentir algum sintoma. As regiões dos membros superiores foram as mais citadas provavelmente devido as posturas adotadas  durante  o  atendimento  clínico.  Os  cirurgiões-dentistas  conhecem  os princípios ergonômicos, porém nem todos os aplicam durante a rotina de trabalho.


Palavras-chave


Engenharia Humana, Dor musculoesquelética Doenças ocupacionais.