Portal de Conferências da IMED, X Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e IX Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação da IMED 2016

Tamanho da fonte: 
ABNT NBR 15575-4 – VEDAÇÕES VERTICAIS: O IMPACTO NOS CUSTOS
Elvira Lantelme, Gustavo Zanotto

Última alteração: 2016-07-26

Resumo


A Norma de Desempenho ABNT NBR 15575:2013 para ser aplicada, há necessidade de capacitação, orientações claras e estudo sistematizados. Na fase de projeto uns dos primeiros sistemas construtivos a ser analisado é o sistema de vedações verticais. O presente estudo tem como objetivo comparar os custos de sistemas de vedações verticais internas e externas de uma planta tipo de uma edificação em fase de projeto, analisando os impactos sobre o custo nas vedações verticais para que a referida norma seja atendida. Com base nos dados referentes ao sistema construtivo foi desenvolvida uma tabela comparativa de custos para diferentes tipologias de vedações verticais. Observou-se que visando atender a NBR 15575 foi necessário utilizar uma maior variedade de variações de blocos em uma mesma planta tipo, o que poderá impactar na necessidade de um maior controle na execução da obra. Analisando as diferentes soluções para o sistema de vedação vertical desta planta tipo, o menor impacto gerado nos custos foi de 9,82% e o maior 30,15% em relação ao sistema de referência, ou seja, o sistema anteriormente utilizado pela construtora. O sistema escolhido pela empresa como solução final para atender a norma de desempenho representou um impacto de 19,50% no custo.


Palavras-chave


Norma de Desempenho; Custos; Sistemas de Vedação Vertical