Portal de Conferências da IMED, X Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e IX Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação da IMED 2016

Tamanho da fonte: 
NEOPLASIA EPITELIÓIDE ATÍPICA: RELATO DE CASO CLINICO
Franciele L. Monteiro, Luiz Felipe R. Tassara, Kelma Castro Zanatta, Jaqueline Zamarchi

Última alteração: 2016-07-26

Resumo


Introdução: Neoplasias epitelióides atípicas bifásicas são tumores raros, representando aproximadamente 10% de todas as neoplasias de glândulas salivares. O palato é o local mais comumente afetado por estas neoplasias e apresentam grande variação histopatológica, sendo adenoma pleomórfico e carcinoma mucoepidermóide os tumores benignos e malignos mais frequentes, respectivamente.

Objetivo: Descrever um relato de caso clínico de uma neoplasia epitelióide atípica diagnosticado na Clínica de Odontologia da IMED.

Relato de Caso (Metodologia): Paciente, sexo feminino, idade 56 anos, apresentou-se a Clínica Odontológica da IMED, com queixa principal de mal adaptação de prótese total. Ao exame clínico, observou-se aumento de volume na região de palato duro recobrindo toda a hemi - maxila direita, indolor, presente há muitos anos. Para diagnóstico inicial foi realizada uma tomografia onde foi possível constatar a presença de imagem hipodensa, intra-óssea, na região do rebordo ósseo alveolar da maxila, lado direito, da região de 12 até a região de 17 causando expansão óssea em todos os sentidos (assoalho do seio maxilar, fossa, nasal, vestibular e palatina). Adelgaçamento das corticais ósseas, com pontos de rompimento ósseo no vestibular e no assoalho da fossa nasal; na palatina a cortical óssea está totalmente rompida. Após a verificação do exame clínico e tomográfico, realizou-se uma biópsia incisional e exame imunohistoquímico, que demonstraram a hipótese diagnóstica de neoplasia epitelióide atípica bifásica.

Considerações Finais: Por se tratar de uma lesão intraóssea, é fundamental estreita correlação com os aspectos clínicos, evolutivos e radiológicos, além de ressecção total da lesão para diagnóstico definitivo e classificação desta neoplasia.

 

Palavras chave: Neoplasias. Lesão Intra-Ossea. Maxila.

 


Palavras-chave


Neoplasias. Lesão Intra-Ossea. Maxila.