Portal de Conferências da IMED, X Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e IX Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação da IMED 2016

Tamanho da fonte: 
SINTOMAS DEPRESSIVOS E DE ANSIEDADE EM ACADÊMICOS DE PSICOLOGIA
Cleuza Elizabete Chaves, Marcia Fortes Wagner

Última alteração: 2016-07-13

Resumo


Os indivíduos tem reações fisiológicas e psicológicas frente a situações cotidianas, assim deve-se estar atento para estas sensações, uma vez que podem tornarem-se patológicas. Este trabalho tem como objetivo avaliar os sintomas depressivos e de ansiedade em alunos do curso de psicologia. Trata-se de um estudo quantitativo observacional, onde a amostra foi composta por 224 estudantes de uma instituição de ensino superior do Rio Grande do Sul. O instrumento utilizado foi o Depression, Anxiety and Stress Scale (DASS-21). Em relação aos resultados encontrados, a idade média dos participantes foi 24,19 anos (DP=8,17), sendo 84,8% (n= 190) mulheres, enquanto 15,2 % (n= 34) eram homens, e a maioria da amostra, 83,0 % (n= 186) solteiros. Na aplicação do DASS-21, foi constatado que, embora 67% (n= 150) obtiveram classificação normal para sintomas depressivos, 12,5% (n= 28) apresentaram suave/brando, 11,6% (n= 26) moderado, 4,9% (n= 11) severo e 4,0% (n=9) extremamente severo. Quanto aos sintomas de ansiedade, foi observado também que a maioria da amostra, 65,2% (n= 146), tiveram classificação normal, 10,3% (n= 23) suave/brando, 10,7% (n= 24) moderado, 3,1% (n= 7) severo e 10,7% (n= 24) extremamente severo. Os achados permitem concluir que foram encontrados sintomas depressivos e de ansiedade na amostra de acadêmicos de psicologia deste estudo.

Palavras-chave


Acadêmicos de Psicologia, Sintomas depressivos, Sintomas de Ansiedade.

Referências


Apóstolo, J. L. A., Mendes, A. C., & Azeredo, Z. A. (2006). Adaptado para a Língua Portuguesa da Depression, Anxiety and Stress Scale (DASS). Revista Latino-am Enfermagem, 14(6), 1-9. Apóstolo, J. L. A., Tanner, B. A., & Arfken, C. L. (2012). Análise fatorial confirmatória da versão portuguesa da Depression Anxiety Stress Scale - 21. Revista Latino-am Enfermagem, 20(3), [7 telas]. Bernik, M. A., Santos, G. S., & Neto, F. L. (2007). Transtornos de Ansiedade. In M. R. L. Neto & H. Elkis. Psiquiatria Básica (pp. 298-337). São Paulo, SP: Artmed. Barlow, D. H., & Durand, V. M. (2008). Distúrbios físicos e Psicologia da Saúde. In D. H. Barlow & V. M. Durand. Psicopatologia Uma abordagem Integrada (pp. 355-391). São Paulo, SP: Cengage Learning. DSM-V - Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais - American Psychiatric Association. (2014). Tradução Maria Inês Corrêa Nascimento. 5.ed. rev. Porto Alegre, RS: Artmed. Kaplan, Sadock, B. J., & Sadock, V. A. (2007). Transtornos de Ansiedade. In Kaplan, B. J. Sadock & V. A. Sadock, Compêndio de Psiquiatria Ciência do Comportamento e Psiquiatria Clínica (pp. 572-629). Porto Alegre: Artmed. Kaplan, Sadock, B. J., & Sadock, V. A. (2007). Transtornos do Humor. In Kaplan, B. J. Sadock & V. A. Sadock, Compêndio de Psiquiatria Ciência do Comportamento e Psiquiatria Clínica (pp. 630-686). Porto Alegre: Artmed. Lucchese, A. C. (2012). Reações e Crises. In A. C. C. De Marco, A. C. Lucchese & V. B. Zimmermann, Psicologia Médica abordagem integral do processo saúde-doença (pp. 337-342). São Paulo, SP: Artmed. Moraes, L. M. de, Mascarenhas, S., & Ribeiro, J. L. P. (2010). Diagnóstico do estresse, ansiedade e depressão em universitários: Desafios para um serviço de orientação e promoção da saúde psicológica na universidade - Um estudo com estudantes da UFAMBRASIL. Revista amazônica LAPESAM/GMPEPPE/UFAM/CNPQ/EDUA 4(1), 55-76. Moreno, D. H., Dias, R. da, S., & Moreno, R. A. (2007). Transtornos do Humor. In M. R. L. Neto & H. Elkis, Psiquiatria Básica (pp. 219-234). São Paulo, SP: Artmed. Souza, L. (2010). Prevalência de sintomas depressivos, ansiosos e estresse em acadêmicos de medicina. Tese (Doutorado) – Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo, São Paulo. Sthal, S. M. (2010). Transtornos Ansiosos e Ansiolíticos. In S. M. Sthal, Psicofarmacologia Bases Neurocientíficas e Aplicações Práticas (pp. 483-519). Rio de Janeiro, RJ: Guanabara Koogan. Vergara, K. A., Cárdenas, S. D., & Martínez, F. G. (2013). Síntomas de depresión, ansiedad y estrés en estudiantes de odontología: prevalencia y factores relacionados. Revista Colombiana de Psiquiatría, 42(2), 173-181.

Texto completo: PDF