Portal de Conferências da IMED, X Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e IX Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação da IMED 2016

Tamanho da fonte: 
PERDA MINERAL E CLAREAMENTO DENTAL - REVISÃO NARRATIVA DA LITERATURA
Natália Roman Pitol, Françoise Hèléne van de Sande Leite

Última alteração: 2016-07-12

Resumo


RESUMO: A procura pelo sorriso perfeito faz do clareamento dental uma constante nos dias atuais, o que o torna um procedimento bastante requisitado. O clareamento é um tratamento conservador, simples e considerada uma técnica não invasiva que possibilita ao cirurgião dentista corresponder às expectativas dos pacientes em busca de dentes mais claros. O objetivo deste trabalho foi realizar uma revisão narrativa de literatura sobre a perda mineral associada ao clareamento dental. Esta revisão de literatura foi realizada através de buscas por artigos científicos, em bases de dados como SCIELO, EBSCO e PUBMED/ MEDLINE, artigos em língua portuguesa e em língua estrangeira. Foram abrangidos, no estudo, trabalhos que envolvessem os temas como “clareamento dental”, “desmineralização” e “esmalte dentário” para investigar se os estudos encontraram perda mineral associada ao clareamento dental. Como resultado, 31 artigos foram avaliados e observou-se que 83,87% dos estudos avaliados relataram haver perda mineral em esmalte após o tratamento clareador. Assim, embora este procedimento seja considerado conservador, os agentes clareadores podem causar danos a estrutura do esmalte, e formas de minimizar a perda mineral ou remineralizar o tecido dentário devem ser investigadas.


Palavras-chave


Clareamento dental; Desmineralização; Esmalte Dentário;

Texto completo: PDF