Portal de Conferências da IMED, XIV Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e XIII Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação IMED 2020

Tamanho da fonte: 
A SISTEMATIZAÇÃO DA DECISÃO JUDICIAL EM UM TEORIA CONSTITUTIVA COMO PRESSUPOSTO À APLICAÇÃO DO DIREITO POR INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL
Álerton Emanuel Poletto, Fausto Santos de Morais

Última alteração: 2020-10-27

Palavras-chave


Teoria; Decisão judicial; Inteligência Artificial; Chatbot.

Referências


ASHLEY, Kevin D. Artificial Intelligence and Legal Analytics: New Tools for Law Practice in the Digital. Cambridge: Cambridge University Press, 2017.

 

ATKINSON, K. et al. Toward artificial argumentation. AI Magazine, v. 38, n. 3, p. 25–36, 2017.

 

BRASIL. Lei n° 13.105 de 16 de março de 2015. Código de Processo Civil Brasileiro. Brasília, DF: Senado, 2015. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13105.htm>. Acesso em 03 de jun. 2020.

 

DIDIER JR, Fredie. Sobre a fundamentação da decisão judicial. 2012 Disponível em <http://www.frediedidier.com.br/artigos/sobre-a-fundamentacao-da-decisao-judicial/>. Acesos em 03 de jun. 2020.

 

KAUFMANN, Arthur; HASSEMER, Winfried. Introdução à filosofia do direito e à teoria do direito contemporâneas. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2002.

 

NÚMERO de processos pendentes cai pela primeira vez, destaca ministro Dias Toffoli em encontro do Judiciário. Notícias STF, Brasília, 25 de nov. de 2019. Disponível em: <http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=430701>. Acesso em 17 de jun de 2020.,

 

PETERSAN, Tomás. LEIA Precedentes: IA pode reduzir em até 20% o estoque de processos nos Tribunais. SAJ DIGITAL, 04 de dez. de 2019. Disponível em:  < https://www.sajdigital.com/lab-da-justica/leia-precedentes-inteligencia-artificial/>. Acesso em 8 jun 2020.