Portal de Conferências da IMED, XIV Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e XIII Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação IMED 2020

Tamanho da fonte: 
Aspectos Emocionais De Adolescentes e a Prática De Karate-Do
Samuel Tibola, Camila Rosa de Oliveira

Última alteração: 2020-10-27

Palavras-chave


Emoções; adolescentes; karate

Referências


Barbanti, E, J. (2012). A Importância do Exercício Físico no tratamento da dependência química. Educação Física em Revista, 6(1), 1-9.

Barreto, A, C., & Barbosa-Branco, A. (2000). Influência da Atividade Física Sistematizada na Estresse e na fadiga dos trabalhadores do restaurante universitário de Brasília. Atividade Física & Saúde, 5(2), 23-29. Retirado de portalrevistas.ucb.br/index.php/efr/article/view/3005/1979

Bluth, K., & Blanton, P, W. (2014). Mindfulness and Self-Compassion: Exploring Pathways to Adolescent Emotional Well-Being. Journal of child and family studies, 23(7), 1298-1309. doi: 10.1007/s10826-013-9830-2

Lopes Filho, B, J, P., Oliveira, C, R de., & Gottlieb, M, G, V. (2016). Idosos e a prática de artes marciais: Benefícios físicos, psicológicos e adaptação de um programa de exercícios. Em Terra, N, L., Schwanke, C, H, A., & Crippa, A. (1ª ed.), O desafio da gerontologia médica, (pp 81-110). Porto Alegre, RS. Edipucrs.

Orsano, F, E., Sales, M, M., Browne, R, A, V., Melo, G, F de., & Maia, E, M, C. (2013). A Prática de Atividade Física e sua Influência sobre fatores de resiliência Psicológica de Idosas. Brazilian Journal of Biomotricity, 7(1), 28-36. Retirado de redalyc.org/articulo.oa?id=93026211004

Patias, N, D., Machado, W, De Lara., Bandeira, D, R., & Dell’Aglio, D, D. (2016). Depression Anxiety and Stress Scale (DASS-21) – Short Form: Adaptação e Validação para Adolescentes Brasileiros. Psico-USF, Bragança Paulista, 21(3), 459-469. doi.org/10.1590/1413-82712016210302

Peruzzo, A, S., Cattani, B, C., Guimarães, E, R., Boechat, L de, C., Argimon, I, I de, L., & Scarparo, H, B, K. (2008). Estresse e vestibular como desencadeadores de somatizações em adolescentes e adultos jovens. Psicol. Argum, 26(55), 319-327. Retirado de biblat.unam.mx/hevila/Psicologiaargumento/2008/vol26/no55/4.pdf

Pires, E, A, G., Duarte, M, de F, da S., Pires, M, C., & Souza, G, de S e. (2004). Hábitos de atividade física e o estresse em adolescentes de Florianópolis – SC, Brasil. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 12(1), 51-56. Retirado de bdtd.ucb.br/index.php/RBCM/article/viewFile/542/566

Szabo, A., & Parkin, A, M. (2001). The psychological impact of training deprivation in martial artists. Psychology of Sport and Exercise, 2(3), 187-199. doi.org/10.1016/S1469-0292(01)00004-8