Portal de Conferências da IMED, XIV Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e XIII Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação IMED 2020

Tamanho da fonte: 
EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DIGITAL: COMO A FALTA DE ACESSOÀ INTERNET AUMENTA A DESIGUALDADE SOCIAL
Margarete Magda da Silveira, Neuro Jose Zambam

Última alteração: 2020-10-27

Palavras-chave


EDUCACAO; INCLUSAO DIGITAL; DESENVOLVIMENTO

Referências


BRASIL. Planalto. Decreto Lei nº 9612 de 17 de dezembro de 2018. Dispõe sobre políticas públicas de telecomunciações. Acesso em 04/06/2020.Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9612.htm

 

BARRETO Jr, Irineu Francisco; Rodrigues, Cristina Barbosa. Exclusão e inclusão digitais e seus reflexos no exercício de direitos fundamentais. Revista: REDSG-Revista Direitos Emergentes na Sociedade Global.www.ufsm.br/redsg v.1 n.1. jan.jun 2012.Acesso em 27/05/2020.

 

CGI.BR.Comitê Gestor da Internet no Brasil.TIC Domicílios. Pesquisa sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação nos domicílios brasileiros. São Paulo. 2018. Disponível em www.cgi.br

 

DUPAS, Gilberto. Atores e Poderes na Nova Ordem Global: assimetrias, instabilidades de legitimação. São Paulo: Editora UNESP, 2005.

 

SEN, Amartya (1999). Desenvolvimento como Liberdade. São Paulo. Companhia das Letras, 2000.

 

SILVEIRA, Sérgio Amadeu da. A noção de exclusão digital das exigências de uma Cibercidadania. In Hetkowski, Tânia Maria (org). Políticas Públicas & Inclusão Digital. Salvador. EDUFBA, 2008.

 

SULLIVAN, Andrew. A falta de acesso à internet aumenta a desigualdade social. Revista FORBES, 2020. Acesso em 27/05/2020. https://forbes.com.br/forbes-insider/2020/04/a-falta-de-acesso-a-internet-aumenta-a-desigualdade-social-diz-andrew-sullivan-da-internet-society/