Portal de Conferências da IMED, XI Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e X Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação IMED 2017

Tamanho da fonte: 
POLUIÇÃO VISUAL E O AMBIENTE CONSTRUÍDO: PROGRAMA ANUNCIE LE-GAL COMO INTRUMENTO DE PADRONIZAÇÃO NA COMUNICAÇÃO VISUAL
Ariana Souto Brenner, Valéria Rolim Marostega

Última alteração: 2017-06-16

Resumo


A qualidade da paisagem urbana vem sendo prejudica por conta da utilização de anúncios comercias dispostos aleatoriamente em edificações, causando uma poluição visual e degradação ambiental. Neste estudo, considera-se a paisagem importante para a compreensão das transformações sociais e espaciais que estão relacionadas com a identidade de cada lugar, bem como a sua cultura, economia, aspectos físicos, etc.

O objetivo deste artigo é identificar os impactos negativos para a cidade causados por anúncios publicitários, bem como contribuir com aporte teórico para estudos existentes sobre o assunto, que pretendem melhorar a qualidade de vida urbana. Para isso, escolheu-se como objeto de estudo a Rua do Acampamento, em Santa Maria – RS, onde serão analisados, por meio de figuras, os elementos compositivos de orientação e identificação da rua.

Além disso, analisou-se também o Programa Anuncie Legal, em vigor na cidade, como padronizador dos anúncios comerciais de Santa Maria. Esse estudo é realizado com a premissa de que para se combater a poluição visual é importante que se crie instrumentos regulamentadores sobre os fatores que causam essa situação.

 


Palavras-chave


Poluição visual, Santa Maria, Paisagem urbana

Texto completo: PDF