Portal de Conferências da IMED, XI Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e X Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação IMED 2017

Tamanho da fonte: 
HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL: UM PANORAMA DO PROGRAMA DE ARRENDAMENTO HABITACIONAL (PAR) EM PASSO FUNDO-RS
Maria Zilda da Silva, Jordana Luiza Nogueira, Henrique Kujawa, Caliane Cristhie Almeida

Última alteração: 2017-07-26

Resumo


O crescimento urbano evidenciado após a segunda metade do século XX, aliado ao processo de industrialização e ao êxodo rural, dentre outros aspectos, resultou na elevação do déficit habitacional em todo o país, principalmente para as camadas sociais de menor poder aquisitivo. Neste contexto são percebidos dois movimentos mais significativos, na tentativa de suprir a demanda habitacional para estes grupos sociais: a ocupação de áreas não urbanizadas (irregulares); e a elaboração de políticas públicas de financiamento e de construção de unidades habitacionais pelo poder público. Em Passo Fundo, mais precisamente, foram concebidos diversos conjuntos habitacionais oriundos de políticas nacionais de habitação. Nas décadas de 1970 e 1980, tal ação se deu por meio do Banco Nacional de Habitação (BNH) e as COHABs a ele associadas e, mais recentemente, por via do Programa de Arrendamento Residencial (PAR) e do Programa Minha Casa e Minha Vida (MCMV). Uma das características mais marcantes destas políticas habitacionais foi e é a construção de moradias em regiões periféricas das cidades, com precária infraestrutura e serviços. Objetiva-se com este artigo fazer um levantamento preliminar dos cinco conjuntos de PAR em Passo Fundo-RS, os aspectos relacionados à sua localização, implantação, arquitetura e urbanismo. Metodologicamente, a pesquisa se constitui num estudo de caso, fazendo uso da revisão bibliográfica sobre o tema, além das análises cartográficas, dados oficias e observações in loco. Os resultados indicam que, em termos de localização, somente um conjunto situa-se nas franjas de Passo Fundo (PAR Hélio Toldo) e os demais em regiões intermediárias urbanas. Contudo, possuem especificidades quanto à precariedade dos acessos, caminhos e passeios, além de escassez de equipamentos urbanos, como muitos dos conjuntos habitacionais vinculados às políticas públicas habitacionais brasileiras.


Palavras-chave


Habitação de interesse social; Programa de Arrendamento Residencial (PAR); Passo Fundo-RS.