Portal de Conferências da IMED, XI Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e X Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação IMED 2017

Tamanho da fonte: 
ESTOMATITE PROTÉTICA EM USUÁRIOS DE PRÓTESE – REVISÃO DE LITERATURA
Angelica Maroli, Camila Frizon, Clarice Saggin Sabadin

Última alteração: 2017-07-26

Resumo


RESUMO:

Introdução: A estomatite protética é uma patologia clínica bem conhecida no meio médico-odontológico, caracteriza-se por um processo inflamatório envolvendo principalmente a mucosa do palato duro, a qual apresenta alterações em sua textura esuperfície, sendo sua prevalência maior em idosos usuários de próteses.

Objetivo: O objetivo da presente revisão é descrever, a etiologia, as características clínicas, o diagnóstico e o tratamento associados à doença.

Coleta de Dados: A coleta de dados foi realizada por meio de consultas de artigos científicos nas bases de dados Bireme e Scielo e também com auxílio de livros didáticos.

Análise dos dados: A estomatite protética tem como principais agentes etiológicos os fungos do gênero Cândida. O diagnóstico frequentemente é relacionado ao uso de próteses mal adaptadas, fatores predisponentes locais e sistêmicos, condições de higiene e dieta do paciente. Essa doença podeapresentar-se de forma assintomática podendo passar despercebidas pelos pacientes, sendo casualmente identificadas durante exames bucais rotineiros pelo Cirurgião Dentista e em casos mais graves surgem pequenas pápulas vermelhas e erosões na mucosa. O tratamento poderá ser realizado com antifúngicos tópicos e correta higienização do local e da prótese também poderá ser feito o reembasamento da mesma com material reembasador resiliente ou a confecção de nova prótese.

Conclusão: É de suma importância para o Cirurgião Dentista saber identificar e realizar o tratamento correto em pacientes com estomatite protética, pois essa patologia poderá gerar vários problemas á longo prazo, principalmente, se ela estiver associada a um quadro debilidade imunológica.

Referências:

  1. ARNAUD, R. R. et al. Estomatite Protética: Prevalência e Correlação com Idade e Gênero. Revista Brasileira de Ciência da Saúde, João Pessoa, v.16, n.1, p. 59-62, set. 2012.

 

  1. BIANCHI, C.M.P.C. et al. Factors relatd to oral candidisis in elderly userlys and non-users of removable dental prostheses.Rev. Inst. Med. Trop,São Paulo, 2016.