Portal de Conferências da IMED, XI Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e X Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação IMED 2017

Tamanho da fonte: 
O caso dos Apátridas retratado pelo filme “O Terminal”
Kélen Camargo dos Santos, Josiane Buhler de Medeiros, Deborah Machado

Última alteração: 2017-07-26

Resumo


Este pôster quer demonstrar, com o filme “O Terminal”, um dos problemas enfrentados pelos apátridas, que por conflitos diversos especialmente de segurança interna e normas diplomáticas acabam excluídos pelos Estados, tornando-se invisíveis ao direito.

O filme “O Terminal” retrata a história do personagem Viktor Navorski, cidadão de Krakhozia que viaja para Nova York. Ao chegar a seu destino descobre que seu país, acaba de passar por um golpe. A partir dessa crise, Viktor acaba perdendo o vínculo com seu Estado-Nação, e sem abrigo nos EUA, torna-se um apátrida.

A espera de uma nacionalidade, o personagem fica retido durante nove meses no aeroporto JFK, até a situação se resolva com o fim da guerra em seu país. Viktor então é reconhecido como um cidadão de Krakhozia, com seus direitos novamente reconhecidos pelos EUA e pode então sair do aeroporto e visitar seus parentes.

O filme trata de um dos vários problemas enfrentados pelos apátridas, possibilitando uma análise crítica pelos espectadores dos casos de violações aos direitos humanos desses cidadãos.