Portal de Conferências da IMED, XI Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e X Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação IMED 2017

Tamanho da fonte: 
A busca de autônima em adolescentes em conflito com a lei
Taís Cristina Favaretto, Letícia Fagundes Fagundes Machado, Marjori Heitich Fontoura, Silvia Pereira da Cruz Benetti

Última alteração: 2017-07-26

Resumo


O número de adolescentes envolvidos em atos infracionais e em cumprimento de Medida Socioeducativa tem aumentado a cada ano no Brasil. Autores da linha psicanalítica compreendem que o cometimento de atos infracionais é uma expressão da busca de autonomia e reconhecimento social pelos jovens. Portanto, oferecer ao jovem a possibilidade de encontrar no trabalho e no estudo oportunidades de novos desejos e perspectivas possibilitam ao adolescente em conflito com a lei a concretização de projetos para o futuro. De tal forma este trabalho teve como objetivo desenvolver a busca pela autonomia de adolescentes por meio de um espaço de reflexão em relação a autoconhecimento e questões referentes a trabalho.  Participaram 20 adolescentes de 15 a 20 anos que cumpriam Internação Sem Possibilidades de Atividades Externas. Foram desenvolvidos oito encontros onde se trabalhou a proposta inicial do grupo, o contrato e comprometimento, autoconhecimento, situações conflitivas de trabalho, sentimentos e percepções frente ao mercado de trabalho, confecção e impressão de currículos, encontro com convidados falando sobre situações de vida e possibilidades de trabalho. Verificou-se desenvolvimento de maior capacidade reflexiva frente aos seus interesses e aptidões, ampliando o olhar para resoluções de conflitos e desenvolvimento de suas competências. Dessa forma, oportunizou-se a busca de um espaço no mercado de trabalho ou até mesmo a simples busca de garantia de direitos, considerando o papel fundamental que o trabalho exerce, ampliando redes de apoio, valorização social e auxiliando na constituição de identidade e autoestima. Levanta-se a necessidade de ampliação de espaços de discussão sobre trabalho e direcionamento dos adolescentes que cometeram atos infracionais para o mercado formal de atividades profissionais, dando espaço para a construção de novas perspectivas de vida.


Palavras-chave


adolescente em conflito com a lei; autonomia; trabalho