Portal de Conferências da IMED, XI Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e X Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação IMED 2017

Tamanho da fonte: 
Teorias explicativas acerca da pressão social e conformidade no consumo de álcool: uma revisão sistemática
Giovanna Nonemacher, Louise Stavinski, William Weber Cecconello, Carlos Costa

Última alteração: 2017-06-28

Resumo


O uso do álcool é um fator que gera preocupações para a sociedade há muitos anos, em especial no que tange a adultos jovens. Este trabalho teve como objetivo fazer um apanhado das teorias que explicam a influência social na ingestão de bebidas alcoólicas em estudantes universitários. Para isto, foi realizada uma revisão sistemática, utilizando artigos científicos que utilizaram métodos quantitativos para abordar a influencia social como causa ou consequência do consumo de álcool em estudantes universitários. Dados os critérios de inclusão e exclusão, 52 artigos foram identificados como relevantes, e os resultados foram divididos em duas categorias: fatores sociais e fatores individuais. Os fatores sociais abordaram as percepções acerca dos comportamentos grupais e como estes influenciam no hábito de beber Fatores individuais abordaram fatores desenvolvimentais, como a história pregressa do indivíduo, identidade e gênero podem fazer com que o indivíduo seja mais impactado pela influência social em consumir álcool. Pode-se observar que há várias teorias explicativas, em sua maioria complementares, dessa forma, seria de extrema importância a integração destas para uma análise mais a fundo de quais são os fatores que tem maior influencia no consumo do álcool.


Palavras-chave


Palavras-chave: Consumo de Alcool, Estudantes, Conformidade Social, Psicologia