Portal de Conferências da IMED, XI Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e X Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação IMED 2017

Tamanho da fonte: 
Assédio Moral no Âmbito da Enfermagem: efeitos adversos na saúde dos profissionais
Mirian Bervian Richter, Vanessa Rissi

Última alteração: 2017-07-26

Resumo


O assédio moral no trabalho se refere a uma forma de violência psicológica caracterizada por ações de humilhação e constrangimento, sistemáticas e intencionais, que pretendem prejudicar o trabalhador. O ambiente hospitalar é considerado como propício a ocorrência dessa forma de violência. O objetivo deste estudo é apresentar e averiguar a ocorrência do assédio moral no âmbito da enfermagem, identificando os efeitos adversos na saúde dos profissionais. Para tanto, foi realizada revisão integrativa de literatura, do tipo descritiva, considerando-se os anos de 2011 a 2016, cujas buscas ocorreram nas bases de dados scielo, lilacs, bvs-psi, periódicos capes e bdtd (na busca de teses e dissertações. Foram incluídos livros considerados referência no tema, independente do ano de publicação). Os resultados demonstraram que a área de enfermagem é vulnerável a ocorrência do assédio moral em razão da organização do trabalho marcada por competitividade, conflitos nas relações interperssoais, alta carga emocional, sobrecarga de trabalho, entre outros. Além disso, a literatura demonstrou que o assédio moral ocorre na área de enfermagem, advindo de superiores hierárquicos, médicos e colegas. Foram relatados sintomas físicos e psicológicos atribuídos ao assédio moral, tais como fortes dores de cabeça, doenças gastrintestinais, dores no peito, palpitações, alterações no sono, medo, angustia, apatia, problemas de concentração, humor depressivo, tristeza, choro, isolamento, insegurança, capacidades cognitivas danificadas. Por fim, considerou-se que o assédio moral está presente na área de enfermagem, é ocasionado por inúmeros fatores e está associado ao adoecimento dos trabalhadores, tanto do ponto de vista físico quanto mental.

Referências:

Andrade, Cristiani Garrido de et al. Assedio moral na atenção básica segundo os profissionais de enfermagem. Trab. educ. saúde, 2015, vol.13, suppl.1, p.77-90. ISSN 1981-7746.

Cahú, G. P. R., & Costa, S. F. G. d. (2012). Situações de assédio moral vivenciadas por enfermeiros no ambiente de trabalho. Universidade Federal da Paraí­ba.

Andrade, C. G., dos Santos, S. I. L., Costa, I. C. P., dos Santos, K. F. D. O., da Costa, S. F. G., & de Sá França, J. R. F. (2012). Assedio moral no âmbito da enfermagem: revisão integrativa da literatura. Cogitare Enfermagem, 19(1).


Palavras-chave


Assédio moral, ambiente de trabalho, saúde do trabalhador, enfermagem.