Portal de Conferências da IMED, XI Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e X Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação IMED 2017

Tamanho da fonte: 
O bebê prematuro e seu irmão: um vínculo a ser construído
Kelin Aparecida da Silva, Carine Tabaczinsk, Denice Bortolin

Última alteração: 2017-07-26

Resumo


O nascimento prematuro de um bebê refere-se a uma circunstância de imprevisibilidade onde se interrompe um processo que necessita de nove meses para ser concluído. Neste sentido, assim como o bebê, o irmão também não esta preparado para a prematuridade e suas implicações. Para isso, o objetivo do presente estudo foi explanar sobre essa temática, bem como verificar o impacto dessa para as partes envolvidas. O estudo é uma revisão bibliográfica acerca dos benefícios da visitação dos irmãos dos bebês internados em UTI Neonatal. A temática da experiência do irmão do bebê nascido prematuro é um campo ainda pouco explorado pela pesquisa científica. Ainda, percebe-se que a maioria dos estudos encontrados nessa temática carece de análises minuciosas e de reflexões teóricas que possam embasar uma compreensão mais acurada sobre as vivências do irmão do bebê nascido prematuro. Estudos apontam que a estimulação à proximidade, diminui as fantasias, o medo, a angústia e a culpa pelo bebê que nasceu, mas que ainda não pode ir para casa. Logo, acolher os irmãos dos bebês é benéfico, pois inaugura a ligação fraterna, estimula a competência paterna e materna, trazendo uma maior tranquilidade no contato com o bebê hospitalizado. Evidencia-se, portanto, a importância da realização de estudos voltados aos irmãos, a fim de aprimorar o conhecimento científico nessa área.


Texto completo: PDF