Portal de Conferências da IMED, XII Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e XI Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação IMED 2018

Tamanho da fonte: 
Homofobia no Ambiente de Trabalho: Revisão Sistemática de Literatura
Eduardo Bergmann, Icaro Bonamigo Gaspodini

Última alteração: 2018-09-03

Resumo


Neste trabalho de conclusão de curso, que ainda está em andamento, busca-se responder como os homossexuais são tratados no trabalho pelos gestores e colegas de profissão. Esta pesquisa tem como objetivo analisar e avaliar a qualidade e a quantidade de pesquisas sobre homofobia no ambiente de trabalho. Para tanto, foi delineada uma pesquisa de revisão sistemática de literatura. As revisões sistemáticas são muito importantes para assimilar os dados de uma mescla de estudos revisados individualmente sobre um determinado assunto e que pode mostrar resultados divergentes e/ou semelhantes, assim como achar lacunas deixadas propiciando recomendações para novas pesquisas futuras (Sampaio & Mancini, 2007). Como estratégia de busca, definiu-se as palavras-chave “homofobia” e “ambiente de trabalho” a serem pesquisadas nos seguintes portais acadêmico-científicos: Portal de Periódicos da CAPES e o portal EBSCO Host. Serão selecionados somente artigos empíricos, publicados nos últimos dez anos, em periódicos em Psicologia revisados por pares. Em seguida, será realizada a extração dos dados por meio de uma tabela contendo os seguintes itens: autoria, ano, objetivo, participantes, instrumentos e principais resultados. Além disso, na presente revisão, serão seguidas as recomendações do Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses (PRISMA). Espera-se que, com os resultados desta pesquisa, seja possível informar as consequências da homofobia sofrida por homossexuais no ambiente de trabalho, além de apontar o declínio no desempenho dos funcionários quando estão passando por situações de homofobia.


Palavras-chave


homofobia., ambiente de trabalho

Referências


Sampaio, R., & Mancini, M. (2007). Estudos de revisão sistemática: um guia para síntese criteriosa da evidência científica. Revista Brasileira de Fisioterapia, 11(1), 83–89. https://doi.org/10.1590/S1413-35552007000100013


Texto completo: Sem título