Portal de Conferências da IMED, XII Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e XI Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação IMED 2018

Tamanho da fonte: 
Relato de Experiência do Desenvolvimento de um Grupo Psicoterapêutico de Apoio às Pessoas Transgêneras no Norte do Rio Grande do Sul
Marina Belani, Andrigo Braccini Martins, Ana Roberta Ceratti

Última alteração: 2018-09-03

Resumo


Pessoas transgêneras enfrentam inúmeras dificuldades na saúde pública. Um fator que aumenta a vulnerabilidade é a falta de programas de atendimento em saúde ou de eficácia às demandas deste grupo (Peres, 2008), o qual carece de programas e políticas que assegurem seus direitos. A partir destes e outros dados, criou-se o Grupo Psicoterapêutico de Apoio às Pessoas Transgêneras de Passo Fundo, o qual tem como objetivo desenvolver uma rede de apoio e suporte social, visando o acesso à informação, acolhimento, inclusão e garantia de direitos, incentivando ainda a criação de novos grupos. O grupo de apoio iniciou em março de 2017, através da Liga da Saúde Mental do Hospital da Cidade – LISAM, em uma parceria com o Centro de Referência de Saúde à Mulher e População LGBTQI. Atua como terapeuta a Dra. Ana Roberta Ceratti e como co-terapeutas os acadêmicos de psicologia da Faculdade Meridional – IMED e membros da Liga, Andrigo Braccini e Marina Belani. Os encontros são realizados quinzenalmente, onde participam em torno de quinze pessoas desta população. No grupo são pautados assuntos como hormonioterapia, autoestima, ansiedade, depressão, promoção à saúde mental e orgânica, prevenção de doenças, entre outros assuntos, além da utilização de técnicas da Terapia Cognitivo-Comportamental. O grupo tem se mostrado muito eficaz quanto à prestação de apoio e suporte, tornando-se um ambiente acolhedor, além de fortalecer vínculos e potencializar a identidade grupal. Estima-se que novos grupos sejam criados, a fim implantar ações que contribuam para promoção da saúde destes indivíduos.


Palavras-chave


Grupo de apoio, Pessoas transgêneras, Saúde Pública.

Referências


Peres, W. S. (2008). Travestis: corpo, cuidado de si e cidadania. Fazendo Gênero 8-Corpo, Violência e Poder. UNESP. Recuperado de http://www.fazendogenero.ufsc.br/8/sts/ST61/Wiliam_Siqueira_Peres_61.pdf