Portal de Conferências da IMED, XII Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e XI Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação IMED 2018

Tamanho da fonte: 
PRONAF: POLÍTICA PÚBLICA PARA A EFETIVAÇÃO DA CONDIÇÃO DE AGENTE ATIVO NO MEIO RURAL.
Luana Paula Lucca, Neuro José Zambam

Última alteração: 2018-09-03

Resumo


O Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) foi implantado pelo governo Federal, por meio do decreto n° 1.946, de 28 de junho de 1996. Este programa tem como objetivo estimular a geração de renda e melhorar o uso da mão de obra familiar, por meio do financiamento das atividades e serviços rurais. O problema que orienta essa pesquisa é: O Pronaf como política pública é um programa eficaz para garantir a justiça social no meio rural e contribuir para a efetivação da condição de agente ativo dos agricultores beneficiados? O Pronaf é uma política pública que visa desenvolver a condição de agente ativo dos agricultores, e isso tem repercussão em diferentes campos da qualidade de vida, gerando mais renda e aprimoramento da atividade familiar.


Palavras-chave


Justiça Social. Condição de agente. Agricultura familiar. Pronaf.

Referências


BRASIL. Lei Nº 11.326, DE 24 DE JULHO DE 2006. Disponivel em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2006/lei/l11326.htm>. Acesso em: 15 fev. 2018.

 

BRASIL. Secretária de política agrícola. Plano Safra Plurianual da agricultura familiar 2017/2020 – PRONAF.

 

BRASIL. Vade Mecum. 20° ed. São Paulo: Saraiva; 2015.

 

COMIM, Flávio. Desigualdade e pobreza. Um casamento consequente. Revista IHU Online, 2014. Disponível em: < http://www.ihu.unisinos.br/entrevistas/533885-desigualdade-e-a-pobreza-um-casamento-consequente-entrevista-especial-com-flavio-comim> Acesso em 10 mar. 2018.

 

MARTINS, Gilberto de Andrade; THEOPHILO, Carlos Renato. Investigação científica para ciências sociais aplicadas. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2009. 247 p.

 

SEN, Amartya. Desenvolvimento como liberdade. São Paulo: Companhia de bolso; 2010. 460p.

 

SEN, Amartya. Desigualdade reexaminada. Tradução de Ricardo Doninelli Mendes. Rio de Janeiro: Record, 2001.

 

SOUZA, Celina. Políticas públicas: uma revisão da literatura. Sociologias, Porto Alegre, a. 8, n. 16, jul./dez. 2006.

 

SOUZA, Matheus Figueiredo Nunes de; ZAMBAM, Neuro José. Democracia e Justiça para o Desenvolvimento Sustentável. Disponível em: <https://www.imed.edu.br/Uploads/neurozambam(%C3%A1rea3).pdf>. Acesso em: 02 maio de 2018.

 

ZAMBAM, Neuro José. Amartya Sen liberdade, justiça e desenvolvimento sustentável. Passo Fundo: Imed; 2012. 335p.

 

ZAMBAM, Neuro José. Introdução à teoria da justiça de John Rawls.2 ed. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2016. 203p.

 

ZAMBAM, Neuro José; KUJAWA, Henrique Aniceto. As políticas públicas em Amartya Sen: condição de agente e liberdade social/Public policies in Amartya Sen: agent condition and social freedom. Revista Brasileira de Direito, Passo Fundo, v. 13, n. 1, p. 60-85, mar. 2017. ISSN 2238-0604. Disponível em: <https://seer.imed.edu.br/index.php/revistadedireito/article/view/1486>. Acesso em: 20 mar. 2018.


Texto completo: PDF