Portal de Conferências da IMED, XII Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e XI Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação IMED 2018

Tamanho da fonte: 
Bem-estar subjetivo e sintomas de depressão, ansiedade e estresse em estudantes brasileiros de ensino superior
Graziela Consoladora Ribeiro, Luiz Felipe Flamant, Kélin Aparecida da Silva, Naiana Dapieve Patias

Última alteração: 2018-09-03

Resumo


Estudos indicam crescente desenvolvimento de sinais de ansiedade, depressão e estresse em estudantes de ensino superior.  Além disso, indicam o desenvolvimento de transtornos mentais nessa população, sugerindo a necessidade de discutir e propor medidas de manejo deste sofrimento com o objetivo de proporcionar bem-estar no ambiente universitário (Andrade, Tiraboschi, Antunes, Viana, Zanoto, &  Curilla, 2016; Vizzotto, Jesus, & Martins 2017). O presente estudo faz parte do projeto de dissertação de mestrado da primeira autora e tem como objetivo investigar a saúde mental dos estudantes brasileiros de ensino superior, avaliando se há relação entre bem-estar subjetivo e sintomas de depressão, ansiedade e estresse. Especificamente, buscará avaliar se existe diferença estatisticamente significativa nos sintomas de depressão, ansiedade e estresse e no bem-estar subjetivo de acordo com as características sociodemográficas, como: gênero, alunos iniciantes e concluintes, instituições de ensino privada e pública, modalidade de ensino presencial ou à distância, estudantes que trabalham e que não trabalham e por turno integral ou regular. O delineamento de pesquisa será quantitativo, correlacional e transversal. Participarão do estudo 385 alunos/as de ensino superior do Brasil, matriculados em instituições públicas ou privadas, com idade igual ou superior à 18 anos e com acesso à internet para que a coleta de dados possa ser efetivada. Os instrumentos utilizados para a coleta de dados serão uma Ficha de dados sociodemográficos, Escala de Bem-Estar Subjetivo Albuquerque e Tróccoli (2004) e Escala Depression, Anxiety and Stress Scale - Short Form (DASS-21)Vignola e Tucci (2014) . Serão realizadas análises descritivas (médias, desvios padrão, frequência) com o intuito de investigar o perfil dos estudantes de ensino superior, análises teste t de Student ou U de Mann-Whitney (dependendo da distribuição amostral) com o intuito de verificar diferenças entre os construtos investigados e as características sociodemográficas. Além disso, será realizada análise de Pearson ou Spearman com o intuito de verificar a associação entre bem-estar subjetivo e sintomas de depressão, ansiedade e estresse. Espera-se que o presente estudo contribua na elaboração do perfil de estudantes e de suas características no período em que frequentam o ensino superior, possibilitando compreender os níveis de bem-estar subjetivo e os sintomas de depressão, ansiedade e estresse. Ainda, que forneça subsídio para desenvolvimento de programas de qualidade de vida durante a graduação com o intuito de promover e manter a saúde mental dos estudantes.

 


Palavras-chave


Ensino Superior; ansiedade; depressão; estresse; bem-estar subjetivo

Referências


Andrade, A. dos S., Tiraboschi G. A., Antunes N. A., Viana P. V. B. A., Zanoto P. A., &  Curilla R. T. (2016). Vivências acadêmicas e sofrimento psíquico de estudantes de psicologia. Psicologia: Ciência e Profissão, 36(4), 831-846. doi: 10.1590/1982-3703004142015

Vizzotto, M. M., Jesus, S. N. de, & Martins, A. C. (2017). Saudades de casa: Indicativos de depressão, ansiedade, qualidade de vida e adaptação de estudantes Universitários. Revista Psicologia e Saúde, 9(1), 59-73. doi: 10.20435/pssa.v9i1.469