Portal de Conferências da IMED, XII Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e XI Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação IMED 2018

Tamanho da fonte: 
EXPERIÊNCIA DE PROJETO COLABORATIVO COM PESSOAS PORTADORAS DE DEFICIÊNCIA VISUAL PARA ARQUITETURA INCLUSIVA
Luísa Oliveira, Jéssica Portella, Luísa Deon, Andrea Mussi

Última alteração: 2018-09-03

Resumo


Este artigo tem como objetivo descrever as atividades realizadas dentro de uma associação de deficientes visuais, para a realização de um projeto colaborativo inclusivo. Assim, o objeto de estudo é uma sala de espera, localizada dentro da associação, para uma melhoria e adaptação às necessidades atuais de seus usuários. Este artigo discute, portanto, a atividade inicial do encontro do Focus Group entre os membros da matriz e os autores, com o objetivo de listar todas as dificuldades encontradas, as aspirações desejadas pelo projeto e a forma como a arquitetura inclusiva é capaz de gerar qualidade de vida e independência para as pessoas com deficiência visual através de projetos colaborativos, além disso, aliar tecnologia, com a utilização de uma maquete tátil elaborada em Laboratório de Fabricação Digital (FabLab) com o uso da cortadora a laser para acessibilidade, oferecendo assim inclusão social das pessoas com deficiência visual na gestão participativa do projeto da sala de espera da associação para cegos.

Palavras-chave


Projeto colaborativo. Arquitetura Inclusiva. Deficientes visuais. Arquitetura Sensorial. Focus Group.