Portal de Conferências da IMED, XII Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e XI Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação IMED 2018

Tamanho da fonte: 
ANÁLISE DO USO DE FINAIS DE PREÇOS EM ENCARTES DE FARMÁCIAS EM PASSO FUNDO – RS
Natália Reginatto dos Santos, Sidimar Sagaz, Kenny Basso

Última alteração: 2018-09-03

Resumo


O presente estudo mapeia os principais finais de preço utilizados em revistas e encartes do varejo farmacêutico da cidade de Passo Fundo. Considerando que, estratégias de utilização de preços psicológicos e de táticas de finais de preço podem gerar a atração de clientes. Para a realização do estudo, a pesquisa de cunho documental exploratório possui como mídia adotada 123 encartes e revistas de distintas farmácias compreendidas pelo período de um ano, totalizando uma base de dados composta por 17.341 preços. A análise dos preços indicou que a maior frequência de finais de preço foram 90, 99 e 95 e, que os dígitos finais estão representados um tamanho menor que o restante dos dígitos do preço. Os resultados implicam no conhecimento em precificação e finais de preço, apontando resoluções no que  tange ao final do preço, ao tamanho do final do preço, à quantidade de dígitos do preço, à ocorrência promocional e à associação com a imagem do produto anunciado.


Palavras-chave


finais de preço; precificação; varejo; preço psicológico

Referências


DALRYMPLE, D. D,; PARSONS, L. J. B. Basic marketing management. New York: John Wiley, 1995.

DIAMANTOPOULOS, A. Determinação de preços. In: BAKER, M. (org.). Administração de marketing. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.

FASTI, R. Administração de Preço.  In: DIAS, S. R. (Org.). Gestão de Marketing. São Paulo: Saraiva, 2003.

HOCH, S.; PURK, M.; DREZE, X. The EDLP, HiLo and Margin Arithmetic. Journal os Marketing, v. 58, n. 4, p. 16-27, out. 1994.

HUSTON, J.; KAMDAR, N. $9.99: Can ‘Just-Below’ Pricing be Reconciled with Rationality? Eastern Economic Journal, vol. 22, n. 2, p. 137-45, 1996.

KOTLER, P. Administração de Marketing. São Paulo: Prentice-Hall, 2000.

LAS CASAS, A. L. Administração de marketing: conceitos, planejamento e aplicações à realidade brasileira. São Paulo: Atlas, 2008.

LIANG, J; KANETKAR, V. Price Ending: Magic and Math. Journal of Product & Brand Management, vol. 15, n. 6, p. 377-385, 2006.

MALHOTRA, N. Marketing Research: An Applied Orientation. Upper Sadle River: Prentice Hall, 1999.

NAIPAUL, S.; PARSA, H. G. Menu Price Endings that Communicate Value and Quality. The Cornell Hotel and Restaurant Administration Quarterly, v. 42, n. 1, p. 26-37, 2001.

SCHINDLER, R. M. The 99 Price Endings as a Signal of Low-Price Appeal. Journal of Retailing, vol. 82, n. 1, 71-77, 2006.

SCHINDLER, R. M.; CHANDRASHEKARAN, R. Influence of Price Ending on Price Recall: a By-digit Analysis. The Journal of Product and Brand Management, v. 13, n. 7, p. 514-524, 2004.

SCHINDLER, R. M.; KIRBY, P. N. Patterns of Rightmost Digits used in Advertised Prices: Implications for Nine-Ending Effects. Journal of Consumer Research, vol. 24, n. 2, p. 192- 201, 1997.

STANTON, W. J.; ETZEL, M. J.; WALKER, B. J. Fundamentals of Marketing. New York: McGraw-Hill, 1994.

STIVING, M. Price-Endings when Prices Signal Quality. Management Science, v. 46, n. 12, p. 1617- 29, 2000.


Texto completo: PDF