Portal de Conferências da IMED, XII Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e XI Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação IMED 2018

Tamanho da fonte: 
DISCIPLINA DE ANATOMIA HUMANA EM CURSOS DE MEDICINA: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA
Marcella Cherubin, Giulia Isadora Cenci, Julia Quadri Bortoli, Deniz Anziliero

Última alteração: 2018-09-03

Resumo


O estudo da Anatomia Humana é um dos temas mais antigos da Medicina. Tem por objetivo estudar anatomia do corpo humano, permitindo que os futuros médicos sejam capazes de construir uma percepção menos fragmentada do corpo humano. Estes estariam capacitados a integrarem a organização morfológica com os conceitos de funcionalidade, origem e forma do organismo. Neste sentido, as metodologias de ensino no âmbito da disciplina de Anatomia Humana em cursos de medicina Brasil abrangem uma séria de ferramentas que vão do uso de peças biológicas, materiais artificiais e até uso de tecnologias 3D. O Objetivo deste trabalho é descrever os métodos, vantagens e desvantagens de ensino da anatomia humana nos cursos de medicina considerando o processo de ensino e aprendizagem para estudantes de medicina.


Palavras-chave


Anatomia humana; Metodologias; Medicina; Ensino na saúde.

Referências


ARRÁEZ-AYBAR, Luis-alfonso et al. Relevance of human anatomy in daily clinical practice. Annals Of Anatomy - Anatomischer Anzeiger, [s.l.], v. 192, n. 6, p.341-348, dez. 2010.

BELÉM, Maria Penha Oliveira. Contribuição do ensino da anatomia à formação do médico. 2008. Tese de doutorado. Ciências Morfológicas – Universidade Federal da Bahia, Bahia, 2008.

BRASIL. Conselho Nacional de Saúde. Resolução n° 466, 2012. Diretrizes e Normas regulamentadoras de pesquisa envolvendo seres humanos. Brasília, 13 jun. 2013. Seção 1 p. 59.

CALAZANS, Natália Contreiras. O ensino e o aprendizado práticos da anatomia humana: uma revisão de literatura. 2013. 59 f. TCC (Graduação) - Curso de Medicina, Universidade Federal da Bahia, Brasília, 2013.

DUARTE, Anamaria de S. et al. Alterações dos atributos físicos e químicos de um Neossolo após aplicação de doses de manipueira. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, [s.l.], v. 17, n. 9, p.938-946, set. 2013. FapUNIFESP (SciELO).

FAZAN, Valéria Paula Sassan Métodos de ensino em anatomia: dissecção versus prossecção. O Anatomista. Revista de Divulgação Científica da Sociedade Brasileira de Anatomia, Ano 2, V.1, Jan-Mar -2011, p.7-12.

FORNAZIERO, Célia Cristina et al. O ensino da anatomia: integração do corpo humano e meio ambiente. Revista Brasileira de Educação Médica, [s.l.], v. 34, n. 2, p.290-297, jun. 2010. FapUNIFESP (SciELO).

H, Oscar Inzunza; A, Guillermo Salgado. Evaluaciones Prácticas Objetivadas en Anatomía: Diferencias de Rendimiento en Preguntas Realizadas en Modelos, Preparaciones Anatómicas y Cadáveres. International Journal Of Morphology, [s.l.], v. 29, n. 2, p.490-495, jun. 2011. SciELO Comision Nacional de Investigacion Cientifica Y Tecnologica (CONICYT).

HILDEBRANDT, S.. Anatomy in the Third Reich: an outline, part 3. The science and ethics of anatomy in National Socialist Germany and postwar consequences. Clinical Anatomy, [s.l.], v. 22, n. 8, p.906-915, nov. 2009. Wiley-Blackwell.

KUMAR, Narendra; RAHMAN, Eqram. Effectiveness of teaching facial anatomy through cadaver dissection on aesthetic physicians' knowledge. Advances In Medical Education And Practice, [s.l.], v. 8, p.475-480, jul. 2017. Dove Medical Press Ltd.

LARRE, Erika Collipal; MELLA, Héctor Silva. Estudio de la Anatomía en Cadáver y Modelos Anatómicos: Impresión de los Estudiantes. International Journal Of Morphology, [s.l.], v. 29, n. 4, p.1181-1185, dez. 2011. SciELO Comision Nacional de Investigacion Cientifica Y Tecnologica (CONICYT).

MCLACHLAN, John C et al. Teaching anatomy without cadavers. Medical Education, [s.l.], v. 38, n. 4, p.418-424, abr. 2004. Wiley-Blackwell.

MOXHAM, B.j.; PLAISANT, O.. Perception of medical students towards the clinical relevance of anatomy. Clinical Anatomy, [s.l.], v. 20, n. 5, p.560-564, 2007. Wiley-Blackwell.

NOVA, João Luiz Leocadio da; BEZERRA FILHO, José Joffily; BASTOS, Liana Albernaz de Melo. Lição de Anatomia. Interface - Comunicação, Saúde, Educação, [s.l.], v. 4, n. 6, p.87-96, fev. 2000. FapUNIFESP (SciELO).

PABST, Reinhard. Anatomy curriculum for medical students. Annals Of Anatomy - Anatomischer Anzeiger, [s.l.], v. 191, n. 6, p.541-546, nov. 2009. Elsevier BV.

PAWLINA, Wojciech; LACHMAN, Nirusha. Dissection in learning and teaching gross anatomy: Rebuttal to McLachlan. The Anatomical Record, [s.l.], v. 281, n. 1, p.9-11, 2004. Wiley-Blackwell.

REIDENBERG, Joy S.; LAITMAN, Jeffrey T.. The new face of gross anatomy. The Anatomical Record, [s.l.], v. 269, n. 2, p.81-88, 15 abr. 2002. Wiley-Blackwell.

RIZZOLO, Lawrence J.; STEWART, William B.. Should we continue teaching anatomy by dissection when …? The Anatomical Record Part B: The New Anatomist, [s.l.], v. 289, n. 6, p.215-218, 2006. Wiley-Blackwell.

SALBEGO, Cléton et al. Percepções Acadêmicas sobre o Ensino e a Aprendizagem em Anatomia Humana. Revista Brasileira de Educação Médica, [s.l.], v. 39, n. 1, p.23-31, mar. 2015. FapUNIFESP (SciELO).

SILVA, Fabíola Ferreira da. Contribuições do ensino de anatomia à formação dos profissionais das ciências biológicas e da saúde. 2014. 73 f. Monografia (Especialização) - Curso de Ciencias Biológicas, Centro de Ciências Biológicas, Universidade Federal do Paraíba, João Pessoa, 2014.


Texto completo: PDF