Portal de Conferências da IMED, XII Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e XI Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação IMED 2018

Tamanho da fonte: 
DIRETRIZES DO SESC E SUA INSERÇÃO NAS CIDADES
Willian Henrique Sperotto, Caliane Christie Oliveira de Almeida

Última alteração: 2018-09-03

Resumo


Visto como uma das maiores redes de complexos multifuncionais do Brasil, o Serviço Social do Comercio (SESC) iniciou suas atividades em 1967. Criado como uma ferramenta para melhorar a qualidade de vida dos trabalhadores do comércio, a instituição varia seu foco de atuação em quatro principais áreas, sendo elas a saúde, educação, cultura e lazer. Até o momento já foram contabilizadas aproximadamente 509 unidades fixas de atendimento e 129 unidades móveis que levam os serviços do Sesc para todos os estados do país. Também pode ser percebida a alteração de estilo arquitetônico entre os complexos mais antigos como o Sesc Pompéia e os inaugurados mais recentemente como o Sesc 24 de Maio. Porém ambos com o mesmo conceito de unir as classes e desenvolver o senso criativo, didático e cultural de seus usuários. Tendo em vista as características já analisadas, o Sesc se configura como um serviço de grande importância, atuando em áreas como a saúde, cultura e esporte que são fundamentais para uma vida saudável e de qualidade. Esse artigo tem como objetivo principal analisar a estrutura, atuação e a evolução dos serviços prestados pelo Sesc.


Palavras-chave


Sesc; Complexo Multifuncional; Espaços inclusivos.

Referências


______. PENA, Rodolfo Alves. Êxodo rural no Brasil. In: Mundo Educação, 2018. Disponível em: <http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/Exodo-rural-no-brasil.htm>. Acesso em 25 de março de 2018.

______. REQUIXA, Renato. O lazer no Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1977.

SILVA, Felipe; FILHO, Naercio M.; KOMATSU, Bruno. Evolução da Produtividade no Brasil: Comparações Internacionais. Janeiro de 2016. Insper, Centro de Políticas Públicas.

______. SILVA, Juan Jefferson Medeiros da. Responsabilidade Social Corporativa: Estudo no SESC Rio Grande do Norte. 2014. Monografia Administração, Faculdade de Administração, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 2014.

______. FERREIRA, Pedro Cavalcanti. O Desenvolvimento Econômico Brasileiro no Pós-Guerra. Rio de Janeiro, FGV, 2013.

______. OLIVEIRA, Maria Carolina Vasconcelos. Instituições e públicos culturais. Um estudo sobre mediação a partir do caso SESC-São Paulo. 2009. Dissertação em Sociologia, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, 2009.

______. OLIVEIRA, José Antônio Puppim de. Empresas na sociedade: sustentabilidade e responsabilidade social. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008.- 3ª reimpressão.

______. GRUNOW, Evelise. Paulo Mendes da Rocha e MMBB Arquitetos: Sesc 24 de Maio, São Paulo. In: Arcoweb, 2018. Disponível em: < https://www.arcoweb.com.br/projetodesign/arquitetura/paulo-mendes-da-rocha-e-mmbb-arquitetos-sesc-24-de-maio-sao-paulo>. Acesso em: 25 de março de 2018.

______. BORGES, Bárbara Bischoff Santana Borges. Fábrica da Pompéia (Sesc Pompéia). In: Arte fora do museu, dezembro de 2012. Disponível em: <http://arteforadomuseu.com.br/arquitetura/sesc-pompeia/#>. Acesso em 31 de março de 2018.

______. SESC, Serviço Social do Comércio. Serviços. In: Sesc São Paulo, 2018. Disponível em: <https://www.sescsp.org.br/unidades/36_24+DE+MAIO/#/content=facilidades>. Acesso em: 01 de abril de 2018.

______. SESC, Serviço Social do Comércio. O Sesc. In: Sesc RS, 2018. Disponível em: < https://www.sesc-rs.com.br/o-sesc/>. Acesso em: 25 de março de 2018.

______. SESC, Serviço Social do Comércio. Sesc Erechim, serviços. In: Sesc RS, 2018. Disponível em: < https://www.sesc-rs.com.br/erechim/servicos/>. Acesso em: 25 de março de 2018.

______. SESC, Serviço Social do Comércio. Sobre a unidade. In: Sesc RS, 2018. Disponível em: < https://www.sesc-rs.com.br/erechim/sobre-a-unidade/>. Acesso em: 25 de março de 2018.

______. SESC, Serviço Social do Comércio. Nossas unidades, Pompéia. In: Sesc São Paulo, 2018. Disponível em: < https://www.sescsp.org.br/pt/sobre-o-sesc/nossas-unidades/unidade/11_POMPEIA>. Acesso em: 25 de março de 2018.

______. SESC, Serviço Social do Comércio. Nossos números. In: Sesc São Paulo, 2018. Disponível em: < https://www.sescsp.org.br/pt/sobre-o-sesc/nossos-numeros/>. Acesso em: 25 de março de 2018.

______. SESC, Serviço Social do Comércio. Nossas unidades, 24 de Maio. In: Sesc São Paulo, 2018. Disponível em: <https://www.sescsp.org.br/pt/sobre-o-sesc/nossas-unidades/1_CAPITAL>. Acesso em: 25 de março de 2018.

______. SESC, Serviço Social do Comércio. Berço de manifestações populares da metrópole, o coração de São Paulo ganha nova vida com iniciativas sociais, culturais e educativas. In: Sesc São Paulo, 2017. Disponível em: < https://www.sescsp.org.br/online/artigo/11165_OCUPEOCENTRO>. Acesso em 25 de março de 2018.

______. SESC, Serviço Social do Comércio. 17 curiosidades sobre o Sesc 24 de Maio. In: Sesc São Paulo, 2017. Disponível em: < https://www.sescsp.org.br/online/artigo/11126_17+CURIOSIDADES+SOBRE+O+SESC+24+DE+MAIO>. Acesso em 25 de março de 2018.

______. SESC, Serviço Social do Comércio. Carta da Paz Social. Rio de Janeiro, Departamento Nacional, Assessoria de Divulgação e Promoção, 2012.

______. SESC, Serviço Social do Comércio. Diretrizes Gerais de Ação do SESC. Rio de Janeiro, Departamento Nacional, 2010.

______. SESC, Serviço Social do Comércio. Nossa História. In: Sesc Rio de Janeiro, 2018. Disponível em: <http://www.sescrio.org.br/sesc-rio/nossa-historia>. Acesso em: 18 de março de 2018.

______. SESC, Serviço Social do Comércio. Nossa História. In: Sesc, 2018. Disponível em: <http://www.sesc.com.br/portal/sesc/o_sesc/nossa_historia/> . Acesso em: 18 de março de 2018.

______. SESC, Serviço Social do Comércio. Sobre a Unidade. In: Sesc Pompéia, 2018. Disponível em: <https://www.sescsp.org.br/unidades/11_POMPEIA/#/content=tudo-sobre-a-unidade>. Acesso em: 18 de março de 2018.