Portal de Conferências da IMED, XII Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e XI Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação IMED 2018

Tamanho da fonte: 
Desenho do trabalho: Revisão de Literatura
Bernardo Bender, Iara Silveira Fernandes, Sherol Santos, Lara Barros Martins

Última alteração: 2018-09-03

Resumo


O desenho do trabalho é um fenômeno importante para indivíduos, grupos e organizações (Morgeson & Humphrey, 2006), pois compreende características das tarefas, do conhecimento, do suporte social e do contexto de trabalho, que podem influenciar processos e resultados organizacionais. Suas dimensões incluem a maneira como se realiza o trabalho (tarefas), o nível de competências requerido para a sua execução (conhecimento), as oportunidades de aconselhamento e assistência prestadas pelos pares (suporte social) e as condições físicas e ambientais presentes no trabalho (contexto) (Cruz, 2014). O objetivo desta revisão de literatura foi levantar estudos científicos publicados sobre desenho do trabalho, no período de 2010-2018, em bases de dados como Google Acadêmico, EBSCOhost, SciELO e PePSIC. Para auxiliar a descrever e a medir as dimensões do desenho do trabalho, bem como o impacto dessas estruturas nos resultados individuais e organizacionais (Grant & Parker, 2009), instrumentos de medida como o Work Design Questionnaire (WDQ - Morgeson & Humphrey, 2006) vem sendo amplamente utilizado mundialmente, tendo sido validado em diversos países, mantendo suas boas características psicométricas. Dentre os objetivos dos estudos levantados sobre desenho do trabalho, estão a busca por informações sobre a eficiência dos trabalhadores, permitindo o desenvolvimento das suas competências, bem como oferecendo-lhes condições de trabalho mais satisfatórias, incidindo sobre os seus níveis de motivação (Andrade, 2017). Investiga-se também a sua relação com comportamentos no trabalho, como desempenho humano, além de outras dimensões relativas à saúde do trabalhador. Ao conhecer quais as caraterísticas que os indivíduos incorporados no atual mercado de trabalho possuem como rotinas possibilitam elaborar desenhos do trabalho mais compatíveis com as suas expetativas, além de propor intervenções mais efetivas em gestão de pessoas.


Palavras-chave


desenho do trabalho, atributos do trabalho

Referências


Andrade, A. R. S. T. (2017). Desenho do Trabalho - Geração Y e o Mercado de Trabalho. Dissertação de Mestrado, Universidade do Porto, Portugal.

 

Cruz, C. (2014). Job Design, fatores que influenciam o bem-estar na organização. Dissertação de Mestrado, Universidade do Porto, Porto, Portugal.

Grant A. M., Parker S. K. (2009). Redesigning Work Design Theories: The Rise of Relational and Proactive Perspectives. Academy of Management Annals, 3, 317-375. doi: 10.1080/19416520903047327

 

Morgeson, F., & Humphrey, S. (2006). The Work Design Questionnaire (WDQ): Developing and validating a comprehensive measure for assessing job design and the nature of work.  Journal of Applied Psychology, 91, 1321-1339.