Portal de Conferências da IMED, XII Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e XI Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação IMED 2018

Tamanho da fonte: 
AVALIAÇÃO DO PLANO DE MOBILIDADE URBANA DAS CAPITAIS (SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO) QUANTO AO MODAL DE TRANSPORTE DE PESSOAS SOBRE TRILHOS
Fernanda Sakuma Grando, Henrique Kujawa

Última alteração: 2018-09-03

Resumo


O Objetivo geral do presente artigo é avaliar o plano de mobilidade urbana quanto ao sistema de transporte de passageiros sobre trilhos em São Paulo e Rio de Janeiro. Como parte da mobilidade de grandes cidades, os trens têm papeis fundamentais no transporte de cargas e de pessoas. De forma geral, esse meio de transporte é desvalorizado no Brasil em relação ao transporte de pessoas, sendo um dos meios de transporte coletivo menos poluentes e com maior capacidade de deslocamento de pessoas em menor tempo. Com isso foi exercida uma analise a respeito da mobilidade urbana no Brasil, através da revisão bibliográfica de alguns autores. A partir disso e dos conceitos encontrados no Plano Nacional de Mobilidade Urbana foi analisado os Planos de Mobilidade Urbana das duas principais cidades do país em termos econômicos e turísticos: São Paulo e Rio de Janeiro. Essas análises demonstram que o plano de mobilidade das duas cidades em questão possui deficiências no modal, e não há planejamento específico para o incentivo do mesmo entre cidades, entre estados e até mesmo dentro da cidade.

 


Palavras-chave


Metro Ferroviário, Planejamento, Mobilidade.

Referências


2018.CAMPOS, Álvaro. Metrô de SP reforma trens e amplia a capacidade. 2011. Disponível em: <https://www.estadao.com.br/noticias/geral,metro-de-sp-reforma-trens-e-amplia-a-capacidade,730635>. Acesso em: 10 jul. 2018.

BRASIL. LEI Nº 12.587, DE 3 DE JANEIRO DE 2012: Institui as diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana. 2012. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12587.htm>. Acesso em: 10 jul. 2018.

CALEGARI, Luiza. Por que o Brasil não investe em ferrovias? E por que deveria investir. 2018. Disponível em: <https://exame.abril.com.br/brasil/por-que-o-brasil-nao-investe-em-ferrovias-e-por-que-deveria-investir/>. Acesso em: 10 jul. 2018.

ERHART, Sabrina; PALMEIRA, Eduardo Mauch. ANÁLISE DO SETOR DE TRANSPORTES. Observatorio de La Economía Latinoamericana, Pelotas, v. 71, n. 1, p.1-6, dez. 2006. Semestral. Disponível em: <http://www.eumed.net/cursecon/ecolat/br/06/semp.pdf>. Acesso em: 10 jul.

GUIMARÃES NETO, Mario Queiroz. PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA COMO SOLUÇÃO DE MOBILIDADE URBANA: O CASO DO METRÔ/BH. Iii Congresso Consad de Gestão Pública, Brasilia, v. 1, n. 1, p.1-25, mar. 2010. Semestral. Disponível em: <http://www.escoladegestao.pr.gov.br/arquivos/File/Material_%20CONSAD/paineis_III_congresso_consad/painel_44/parceria_publico_privada_como_solucao_de_mobilidade_urbana.pdf>. Acesso em: 10 jul. 2018.

SÃO PAULO, Governo do Estado de. CPTM e Metrô: novas estações e 7,8 milhões de usuários por dia. 2018. Disponível em: <http://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/ultimas-noticias/cptm-e-metro-novas-estacoes-e-transporte-de-78-milhoes-de-pessoas-por-dia/>. Acesso em: 10 jul. 2018

LOPES, Simone Becker; PFAFFENBICHLER, Paul; SILVA, Antônio Nelson Rodrigues da. Uma Ferramenta para Planejamento da Mobilidade Sustentável com Base em Modelo Integrado de Uso do Solo e Transportes. 2012. Disponível em: <http://periodicos.unb.br/index.php/paranoa/article/view/12318/8599>. Acesso em: 10 jul. 2018.

SETRANS, Secretaria de Estado de Transportes -. TRANSPORTES METRÔ: Sistema de metrô do Rio. 2018. Disponível em: <http://www.rj.gov.br/web/setrans/exibeconteudo?article-id=222358>. Acesso em: 10 jul. 2018.

IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas -. Panorama da Cidade de São Paulo. 2017. Disponível em: <https://cidades.ibge.gov.br/brasil/sp/sao-paulo/panorama>. Acesso em: 10 jul. 2018.

Prefeitura do Rio de Janeiro. Plano de Mobilidade Urbana Sustentável (PMUS) da cidade Rio de Janeiro. Acesso em: 10 jul. 2018.

Prefeitura do município de São Paulo. Plano de Mobilidade Urbana do Município de São Paulo. Acesso em: 10 jul. 2018.

RUBIM, Barbara; LEITÃO, Sérgio. O plano de mobilidade urbana e o futuro das cidades. 2013. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142013000300005&lng=en&tlng=en>. Acesso em: 10 jul. 2018.

 



Texto completo: PDF