Portal de Conferências da IMED, XII Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e XI Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação IMED 2018

Tamanho da fonte: 
PADRONIZAÇÃO NA AVALIAÇÃO DE COR DENTÁRIA COM ESPECTROFOTÔMETRO - DESCRIÇÃO DA TÉCNICA.
Vinícius Polese Saggiorato, Elenusa Otramari Vieira, Françoise Hélène van de Sande, Rodrigo Varella Carvalho

Última alteração: 2018-09-03

Resumo


A escolha da cor na odontologia restauradora moderna representa um desafio para muitos clínicos. Sabendo desta dificuldade, existem hoje equipamentos eletrônicos (espectrofotômetros) que determinam a cor mensurando o espectro de luz dentes naturais, materiais restauradores e cerâmicas odontológicas, de forma confiável e precisa. O aparelho faz a avaliação dos parâmetros de valor (L*), saturação (C*) e croma (h*), baseado na escala Vita Classica e, quando compara com a escala Vita System 3-D Master, se refere às coordenadas de cor (L*a*b*), utilizando o sistema CIELAB (Comission International Eclairage). O objetivo deste trabalho é descrever o passo a passo da confecção de um guia de silicone para padronização do local de avaliação da cor dos elementos dentais com espectrofotômetro. Um voluntário foi submetido a moldagem da arcada superior com alginato e em seguida efetuado a confecção dos modelos de gesso com gesso especial tipo IV. Os modelos foram recortados em um recortador de gesso obtendo um formato de ferradura, tornando-se possível a criação de uma moldeira individual feita na máquina de Vacum utilizando uma placa de silicone de 1mm, esta foi recortada e ajustada em boca. Na moldeira de silicone, o elemento 11 recebeu um recorte em forma cilíndrica na região do terço médio. O recorte foi realizado com o auxílio de um instrumento metálico de 1,1 cm de diâmetro pré-aquecido. Com a moldeira posicionada em boca, foi realizada a mensuração da cor do elemento dentário 11 com o auxilio do espectrofotômetro Vita Easyshade (Vita-Zahnfabrik, Alemanha). Considerando a precisão na avaliação da cor de aparelhos com espectrofotômetro e da sua ampla utilização em pesquisas científicas que utilizam desta técnologia, torna-se relevante a utilização da guia de silicone para a padronização do local de avaliação, mantendo a fidelidade da mensuração da cor em momentos distintos, tornando-se uma técnica reprodutível.


Palavras-chave


Avaliação da cor. Espectrofotômetro. Escala de cor

Referências


ARÁNGUIZ, V et al. Selección de color dentario: comparación de los métodos visual y espectrofotométrico. R. Clin. Periofoncia Implantol. Rehabil. Oral. Santiago. v.9, n.2, p. 164-167, ago. 2016.

POLO, C et al. Differences between the human eye and the spectrophotometer in the shade matching of tooth colour. J. journal of dentistry. Spain. v.4. n.2, p.742 – 745, 2014.

ALVES, JKG et al. Avaliação da cor de um compósito com espectrofotômetro em diferentes modos de leitura e condições de armazenagem. RFO. Passo Fundo. v. 19. n. 1, p. 101-106, 2014.