Portal de Conferências da IMED, IX Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e VIII Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação da IMED 2015

Tamanho da fonte: 
CONHECIMENTO DOS CIRURGIÕES DENTISTAS SOBRE O USO DE ANESTESICOS LOCAIS EM PACIENTES ESPECIAIS: DIABÉTICOS, HIPERTENSOS, CARDIOPATAS, GESTANTES E HIPERTIREOIDISMO.
Ariane Ruaro Scortegagna, Vinicius Fabris, Gabriela Scortegagna

Última alteração: 2015-12-01

Resumo


Anestésicos locais, contendo ou não vasoconstritores, são utilizados para realização da grande maioria dos procedimentos em odontologia. Porém, o uso de forma inadequada pode levar a sérios riscos para a saúde do paciente, principalmente se este possuir alguma alteração sistêmica. O objetivo do presente estudo foi avaliar o nível de conhecimento dos cirurgiões dentistas com relação à utilização de anestésicos locais, frente a pacientes especiais com diabetes, hipertensão, cardiopatias, gestantes e com hipertireoidismo. O estudo teve um delineamento quantitativo do tipo transversal e os dados foram coletados através de um questionário adaptado pela equipe como único instrumento para coleta de dados. Os dados foram submetidos a uma análise estatística descritiva. Do total de 200 participantes, 53% não possuíam especialização e 47% eram especialistas, a maioria tinha de 1 a 5 anos de formados (34%), 6 a 10 anos de formados (16%) ou eram acadêmicos do último ano do curso de odontologia (17%). Os resultados mostram um bom nível de conhecimento sobre o uso de anestésicos em pacientes com diabetes (79%) e hipertensão (73%) e nível razoável para gestantes (65%) e pacientes com hipertireoidismo (62%). Entretanto, 60% erraram as questões relacionadas à cardiopatias. Também foi baixa a porcentagem que afirmaram aferir a P.A. antes do início de todos os atendimentos (45%) e que afirmaram se sentir preparado para atender pacientes especiais (36%). Concluiu-se que o nível de conhecimento dos CDs em relação ao atendimento de pacientes especiais é insuficiente e sem diferença significativa entre especialistas e clínicos.

Palavras-chave


Anestesiologia, hipertensão, diabetes, gestantes

Texto completo: PDF