Portal de Conferências da IMED, IX Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e VIII Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação da IMED 2015

Tamanho da fonte: 
Reabilitação de paciente com reabsorção óssea mandibular por meio de implante curto e regeneração óssea guiada: Relato de caso
Alana Lemos, Gabriel Rodrigues Oliveira, Maisi Ruy Flores, Vinícius Fabris

Última alteração: 2015-12-01

Resumo


 

Para reabilitação bucal com próteses implanto suportadas em mandíbula posterior, existe, entre outros, o fator limitante cirúrgico: a presença do nervo alveolar inferior. Quando ocorrerem reabsorções ósseas graves nesta região, a instalação de implantes osseointegráveis sofrerá uma limitação, sendo necessário por vezes regenerar esta região com alguma técnica. Dentre as alternativas possíveis uma das mais utilizadas está ligada ao uso de implantes com comprimento reduzido (implantes curtos ≤ 6mm). O objetivo deste trabalho foi relatar um caso clinico de implante curto com regeneração óssea guiada. A união destas duas técnicas é uma alternativa atual conservadora de fácil execução, custo reduzido, morbidade diminuída, em relação as demais técnicas para tratamento desta patologia, devendo sempre que possível ser considerada com alternativa.


Texto completo: PDF