Portal de Conferências da IMED, IX Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e VIII Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação da IMED 2015

Tamanho da fonte: 
REABILITAÇÃO COM IMPLANTES OSSEOINTEGRÁVEIS DE MANDÍBULA ATRÓFICA ASSOCIADA A FIXAÇÃO INTERNA RÍGIDA: RELATO DE CASO
Maisi Ruy Flores, Alana Lemos, Atais Bacchi, Vinicius Fabris

Última alteração: 2015-12-01

Resumo


O aumento da população idosa, o incremento da procura por tratamentos reabilitadores e o insucesso de próteses convencionais para pacientes desdentados, faz com que os profissionais dedicados à área da reabilitação oral e principalmente da implantodontia, se depararem com a necessidade de reabilitações bucais de casos complexos como mandíbulas atróficas com o risco de fratura. A proposta deste trabalho foi revisar a literatura quanto ao assunto e apresentar o relato de um caso clínico de mandíbula atrófica de uma paciente que procurou o serviço de especialização em implantodontia da Funorte – Soebras de Passo Fundo, com queixa de dor e falta de retenção da prótese total inferior. A reabilitação do caso foi realizada sob anestesia geral, usando implantes osseointegrados simultaneamente a uma placa de reconstrução de titânio como carga suportada para o remanescente ósseo, prevenindo a fratura da mesma no trans-operatório. A instalação de placa de fixação mandibular concomitante a instalação de 4 implantes curtos de plataforma regular, para confecção de protocolo com desenho all on four em carga imediata e nova prótese total superior. A técnica proporcionou adequada resolução para o caso e queixa da paciente e proporcionou segurança para a reabilitação implantossuportada.


Texto completo: PDF