Portal de Conferências da IMED, IX Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e VIII Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação da IMED 2015

Tamanho da fonte: 
Avaliação do potencial do uso da Pirita como redutor de metais em efluentes industriais.
Jonas Anversa, Marina Paula Secco, Rodrigo de Almeida Silva

Última alteração: 2015-12-01

Resumo


A Pirita (FeS2) é um componente abundante encontrado na natureza. Devido ao seu baixo custo de produção e apresentar propriedades eletrônicas semicondutoras, com um gap de energia da ordem de 0,95 eV, este material têm sido estudado para a aplicação no processo conversão da energia solar em energia elétrica (células fotovoltaicas e processos fotoeletroquímicos). Estes efeitos são possível devido ao fato do espectro da absorção ótica da Pirita estar na região da luz visível ( maior que 100 nm). Devido as suas propriedades a Pirita pode ser utilizada no processo de redução de metais em efluentes industriais como o íon de ferro Fe3+ em Fe2+ . O objetivo deste trabalho será avaliar a eficiência do processo de redução fotocatalítica da Pirita controlando a fonte de radiação e tamanho de partícula. Este processo poderá ser aplicado na conversão de ferro trivalente proveniente lodos metálicos para ferro divalente em sumo para a produção de magnetita nanoestruturada utilizada na industria de pigmentos e outras tecnologias.


Palavras-chave


Pirita, redução photocatalítica, residuos

Texto completo: PDF