Portal de Conferências da IMED, IX Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e VIII Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação da IMED 2015

Tamanho da fonte: 
TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES COM FOBIA ESPECÍFICA
Angélica Corrêa, Daniela Dalla Lana Moreira, Cristina Pilla Della Méa

Última alteração: 2015-12-01

Resumo


A fobia específica é caracterizada pelo medo excessivo e persistente de algum objeto ou situação, desencadeando uma forte reação de ansiedade. A psicoterapia faz parte do tratamento, sendo a linha cognitivo-comportamental a mais indicada paras esses casos. Assim, o presente artigo buscou descrever a terapia cognitiva-comportamental (TCC) no tratamento das fobias específicas na infância e adolescência, e está embasado em uma revisão bibliográfica no período de 2000 a 2015. A ansiedade presente na fobia específica tem forte impacto negativo na qualidade de vida, sendo necessário estabelecer o diagnóstico correto e intervenções adequadas. Em se tratando de crianças e adolescentes, torna-se fundamental que o tratamento tenha inicio o mais rápido possível visando diminuir o impacto no desenvolvimento e prevenir a persistência do transtorno na idade adulta. Conclui-se que a TCC é eficaz para o tratamento da fobia específica na infância, utilizando como principais técnicas o baralho das emoções, o diário dos pensamentos e a dessensibilização sistemática.

Palavras-chave


fobia específica; ansiedade; crianças; adolescentes; terapia cognitivo-comportamental.

Texto completo: PDF