Portal de Conferências da IMED, IX Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e VIII Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação da IMED 2015

Tamanho da fonte: 
MANIFESTAÇÕES ORAIS ASSOCIADAS AO PAPILOMAVÍRUS HUMANO
Priscila Graunke, Alexandra Graunke, Clarice Saggin Sabadin

Última alteração: 2015-12-01

Resumo


Várias lesões patológicas causadas pelo Papilomavírus Humano (HPV) vêm sendo estudadas com maior intensidade desde a década de 80. Atualmente, mais de 200 tipos de HPV tem sido descritos. O presente estudo constitui-se de uma revisão da literatura sobre o HPV, abrangendo desde sua estrutura viral até as principais patologias que acometem a cavidade oral e seus tratamentos. As lesões presentes em cavidade oral possuem características clínicas bastante semelhantes, sendo necessária a análise histopatológica para confirmação diagnóstica. As principais lesões benignas associadas ao HPV em cavidade oral são: papiloma escamoso, condiloma acuminado, verruga vulgar e hiperplasia epitelial focal. As lesões malignas são o carcinoma de células escamosas (CCE) e o carcinoma verrucoso (CV). O tratamento do condiloma, papiloma e verruga pode ser clínico ou cirúrgico. Para o CV, a maioria dos pacientes é tratada cirurgicamente. A cirurgia é a primeira opção de tratamento do CCE, podendo ser associada à radioterapia e à quimioterapia. O papel do cirurgião dentista é imprescindível no diagnóstico e tratamento de doenças provocadas por HPV. Além disso, o mesmo deve atuar na prevenção dessas doenças, orientando constantemente os seus pacientes.

Palavras-chave


HPV; Infecções por papilomavírus; Mucosa oral.

Texto completo: PDF