Portal de Conferências da IMED, I Fórum de Inovação Acadêmica IMED

Tamanho da fonte: 
Anatomia Veterinária Viva
Matheus Pedrotti De Cesaro, Giovani Jacob Kolling, Lygia Maria Mouri Malvestio, Deniz Anziliero

Prédio: IMED - Bloco B
Sala: Sala 311
Data: 2017-11-10 03:00  – 04:00
Última alteração: 2017-11-06

Resumo


Estimular o aprendizado dos alunos permite colocá-los como protagonista na aquisição do conhecimento, possibilitando o futuro médico veterinário construir seu próprio conhecimento de forma pró-ativa. O objetivo deste trabalho foi estimular o aprendizado da anatomia veterinária através da pintura do sistema ósseo e digestório em animais. Além disso, favorecer a troca de conhecimentos anatômicos do sistema ósseo entre alunos do primeiro (calouros) e segundo (veteranos) nível do curso de medicina veterinária da IMED. Após finalizar o conteúdo teórico e as aulas práticas com peças anatômicas no laboratório, os calouros e veteranos do curso de medicina veterinária foram para a fazenda experimental da IMED. Os alunos do primeiro nível do curso pintaram o sistema ósseo em um bovino, e os alunos do segundo nível pintaram o sistema digestório em um equino. Dessa forma, permitindo a visualização e realização de aula prática com as partes anatômicas no animal vivo. Primando pelo bem-estar dos animais (bovino e equino), foi utilizado tintas a base de água (não tóxica) para realizar a pintura dos ossos do lado esquerdo em um bovino e a pintura do sistema digestório do lado esquerdo em um equino. Com a finalização da pintura nos animais, foi realizado aula prática para os alunos de ambos os semestres. No final da atividade, os alunos lavaram os animais. Como resultado, observamos o engajamento dos alunos em pintar adequadamente cada estrutura (óssea ou digestória) na localização correta e com riqueza de detalhes (acidentes anatômicos). Avaliamos que os alunos veteranos do curso estimularam os calouros explicando cada estrutura e a correta localização anatômica. Além disso, também visualizamos a motivação dos alunos de ambos os níveis em realizarem as pinturas em equipe. Durante a aula prática, foi possível visualizar e demonstrar as partes anatômicas pintadas no animal parado e em movimento, demonstrando assim a localização e interação dessas estruturas. Concluímos que, além de permitir a interação entre calouros, veteranos e animais em momentos iniciais do curso, a visualização dos ossos e partes do sistema digestório no animal vivo estimulou e facilitou o aprendizado da disciplina anatomia veterinária.