Portal de Conferências da IMED, V Mostra de Trabalhos do V Congresso Internacional de Propriedade Intelectual, Gestão da Inovação e Desenvolvimento - “A

Tamanho da fonte: 
A INSTRUMENTALIZAÇÃO DAS MIDIAS SOCIAIS PELOS ATORES INTERNACIONAIS DE ATUAÇÃO VIOLENTA NA SOCIEDADE EM REDE
maria paula zanchet de camargo, Giovanni Olsson, Maria Luiza Roman Folle

Última alteração: 2017-05-03

Resumo


O presente trabalho desenvolve-se com base no problema de pesquisa dos impactos da mídia social, quando instrumentalizadas pelos atores internacionais de atuação violenta, à sociedade em rede no contexto da globalização. Não há dúvidas de que a mídia é um importante vetor de influência e conformação da vida social, porque, primeiro, se reveste do escudo da liberdade de imprensa e do sigilo de suas fontes, e, segundo, porque globalizaram seus serviços, concentrando capital e massificando a notícia. Na sociedade contemporânea, o os atores internacionais, dispersos em várias partes do mundo, estruturam-se e  organizam-se por meio da rede, e se interconectam para alcançar os mais diversos objetivos, assim conduzindo o mundo a direções desconhecidas, sob as mais variadas formas. A ascensão da mídia insere-se no contexto do fim do século XX, em que a revolução tecnológica e informacional instrumentalizou o surgimento de uma “sociedade em rede”, que propiciou sua expansão para além das barreiras políticas e geográficas dos Estados. Tais tecnologias possibilitam o armazenagem, processamento e distribuição de dados por meios virtuais, o que permitiu, em paralelo, que a violência se propagasse com rapidez e eficiência e se apresentasse em suas ações virtuais sob diversas roupagens, como: ataques cibernéticos, invasões de computadores, espionagem e construção de notícias, recrutamento de pessoas por imposição ideológica, jogos de horror que acabam por afligir as famílias e seus adolescentes. Nesta perspectiva, ambiciona-se como objetivo geral compreender o impacto causado à sociedade em rede quando as mídias sociais são instrumentalizadas pelos atores internacionais de atuação violenta. Especificamente, têm-se como objetivos: a) compreender a sociedade em rede no contexto da globalização; b) caracterizar os atores internacionais de atuação violenta no cenário internacional; e c) verificar o impacto da mídia social à sociedade em rede quando aquela é instrumentalizada pelos atores internacionais de atuação violenta. A metodologia escolhida para ser utilizada nesse estudo será a da pesquisa bibliográfica, através do método dedutivo, cujos principais meios de investigação envolverão livros, artigos e outros trabalhos científicos. A análise adotará a linha de pesquisa de Direito, correlacionando-se de forma interdisciplinar com as Relações Internacionais. A temática é complexa e muito contemporânea e implica em diversos desdobramentos para a compreensão da sociedade contemporânea, o que a torna um objeto de pesquisa relevante por excelência a justificar o presente projeto. As considerações finais se apropriam de noções conceituais e elementos que fundamentam aspectos suficientes para o desdobramento e alcance do objetivo proposto. A conclusão é no sentido de que a mídia, quando instrumentalizada por um ator não estatal de atuação violenta das Relações Internacionais, como uma organização terrorista ou do crime organizado, por exemplo, é utilizada como um dos seus instrumentos de interação social nos mais variados métodos, principalmente dispersando, concentrando e elaborando informação.


Acesso livre à esta Conferência inicia em 2019-12-31.